Trader Energia

pt_BR en_GB

Associações:

FOLDERS INSTITUCIONAIS

da Empresa

Folder

Notícias

Previsão de demanda em maio acelera para 6,1%, aponta ONS
CANAL ENERGIA – 03/05/2019

A previsão de carga no mês de maio aumentou na primeira revisão do Programa Mensal de Operação referente ao mês de maio. A projeção do consumo passou de um crescimento de 4,5% para 6,1% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Se essa previsão se confirmar a carga de maio de 2019 deverá alcançar 67.718 MW médios. Em todos os submercados a Aneel projeta expansão do consumo, o destaque está no maior centro de carga, o Sudeste/Centro-Oeste com 6,6%, no Nordeste está 6,5%, no Sul a previsão é de 5,1% e no Norte crescimento de 3,6%.
Os volumes previstos para vazões neste mês mantiveram-se relativamente estáveis ante a projeção inicial divulgada na semana passada. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, é esperada Energia Natural Afluente de 92% da média de longo termo no SE/CO, 106% da MLT no Sul, 51% no NE e de 89% no Norte.
A recuperação do nível de armazenamento previsto para o final do mês de maio desacelerou ante a versão original do PMO. No SE/CO a nova projeção é de ficar em 47,7%, no Sul a estimativa é de encerrar o período em 51,6%, no NE em 56,8% e no Norte está o maior volume acumulado com 73,4%.
Com isso, o custo marginal de operação continua no mesmo ritmo das últimas semanas, zerado no Norte e no Nordeste. Nos demais submercados está equalizado em R$ 158,99/MWh, aumento de pouco mais de R$ 20/MWh, ante o PMO da semana anterior. No patamar de carga pesado o valor é de R$ 164,03/MWh, no médio de R$ 160,96/MWh e no leve de R$ 154,10/MWh.
O despacho térmico programado para a semana operativa que começa neste sábado, 4 de maio, é de 4.135 MW médios, cerca de 150 MW médios a menos do que estabelecido na semana que termina nesta sexta. O maior volume é por inflexibilidade com 2.514 MW médios, 1.363 MW médios por ordem de mérito e 258 MW médios por restrição elétrica.

Outras Notícias