Trader Energia

pt_BR en_GB

Associações:

FOLDERS INSTITUCIONAIS

da Empresa

Folder

Notícias

ONS: carga cresceu 2,4% em setembro
CANAL ENERGIA – 30/10/2019

A carga de energia no Sistema Interligado Nacional cresceu 2,4% em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Na comparação com agosto deste ano, a carga cresceu 4,3%. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, os 66.796 GWh representam um aumento de 2% na carga no acumulado de 12 meses. Segundo o ONS, o maior número de dias úteis e a ocorrência de temperaturas superiores às verificadas no mesmo mês do ano anterior contribuíram para desempenho da carga durante o mês.

No subsistema Sudeste/Centro-Oeste, que registrou carga de 39.424 GWh, o aumento ficou em 3,4%. Na comparação com o mês anterior, o crescimento ficou em 6,3%. Já no acumulado de 12 meses a subida na carga chegou a 2,1%.

No Sul, a carga de 10.936 GWh indica que houve aumento de 1,2%. Em relação ao mês de agosto, houve redução de 0,5%. Em 12 meses, a carga na região Sul cresceu 1,8%. O Índice de Confiança do Empresário Industrial gaúcho teve uma pequena alta entre agosto e setembro, indo de 59 para 59,2 pontos, o maior nível desde abril de 2019. Foi o terceiro avanço consecutivo, confirmado pelos empresários principalmente pela percepção de melhora momentânea em seus negócios.

O Nordeste, com 10.692 GWh foi o único submercado que teve redução na carga, caindo 1,4% na comparação com o ano passado. Já na comparação com agosto, houve crescimento de 3,8%, enquanto em 12 meses ela cresceu1,3%. De acordo com o ONS, a retração de 1,8% veio principalmente da redução temporária da carga de dois Consumidores Livres da Rede Básica.

Os 5.744 GWh de carga a região Norte significaram um crescimento de 5%. O aumento na carga da região é explicado pelo retorno da carga de um Consumidor Livre da Rede Básica, em maio, que vinha se mantendo reduzida desde meados de abril do ano passado. Em relação ao mês anterior, houve aumento de 2,3% e em 12 meses, a carga cresceu 1,3%.

Outras Notícias